Feb 27, 2006

. : CARNAVAL

Faz agora um ano que andava o Diabo à solta!







Mas como era um bom Diabo, lá encontrou um anjo...

. : PORTO 1

Algumas ilustrações do Porto feitas com várias técnicas e em alturas diversas.









. : PORTO 2





. : CAR TOONS 2

Aqui ficam mais dois desktops fresquinhos.



Feb 16, 2006

. : PONTE D. LUIS I

Aqui ficam algumas fotos da ponte antes das obras do Metro.









. : PONTE D. LUIS II









. : UNIPOWER GT



A pedido de “várias famílias”, volto a apresentar mais algumas imagens desta invulgar viatura e também uma ilustração/desktop que fiz para o Rui Sanhudo, actual proprietário e piloto do Unipower GT.
E ste modelo data dos anos 60, mais propriamente de 1966 quando foi apresentado no London Racing Car Show na forma de protótipo. Era um projecto semi-artesanal, como vários nestes anos, mas conseguiu desenvolver-se e atingiu uma produção total de 75 viaturas até 1970, ano em que a empresa fechou.



Partindo de um sofisticado chassi tubular, possuia uma carroçaria em fibra, suspensão independente baseada nos F3 e utilizava os mesmos motores do Mini Cooper de 998cc - e alguns de 1275cc - colocados na traseira. Outras curiosidades deste pequeno modelo britânico é a utilização dos faróis dianteiros do Renault 4L, os farolins traseiros do Vauxhall Viva ou o pára-brisas do Triumph Spitfire!



Este modelo, chassi #36837, foi matriculado em Portugal como RR-28-52 em 1968, importado pela Cafer. Este representante da Ferrari e Lotus no Porto nos anos 60 e 70 iria adquirir ainda mais duas unidades do Unipower. Como curiosidade, o modelo “GT 1000” tinha como preço-base 105.700$00 e o modelo “1275 S”, 114.600$00.



Este carro é um dos raros 20 de competição-cliente (em inglês; Special Light-Weight Competition) da Unipower e vem equipado com chassi e suspensão afinados e motor Cooper S de 1275cc preparado para competir. A altura é de apenas 95cm (!) e pesa só 500kg.
Terá sido pilotado pela primeira vez por Mané Nogueira Pinto e depois por Adalberto Medeiros que correu com ele nos circuitos de Vila do Conde, Monsanto ou Granja do Marquês entre 1969 e 1970.



Depois vários anos abandonado, em 2003 é descoberto por Rui Sanhudo que com a ajuda do Sérgio Rola no chassi e carroçaria e de António Pimenta no motor, conseguem recuperar o Unipower e voltar com ele às provas do Nacional de Clássicos.

Feb 7, 2006

. : CAR TOONS







Desta vez deixo-vos com alguns desenhos que realizei. O primeiro retrata, em forma de cartoon, o recente Lisboa-Dakar. O segundo é uma homenagem ao Carlos Sousa pela conquista do seu título internacional de todo-o-terreno em 2003. O terceiro é uma recordação da altura em que os carros desportivos tinham estas formas sensuais deliciosas...

. : RALLYE SLOT MONTE CARLO HISTORICS











Este fim de semana voltei ao Slot Clube do Porto para participar no Rallye de Monte Carlo - Clássicos. E desta vez decidi correr só com modelos Porsche. São os meus modelos preferidos e diverti-me imenso a andar com eles no meio da neve! Também a classificação foi interessante, pois arrecadei mais duas medalhas. Fiquem com as fotos dos meus Porsche; o 911 SC (Ninco), o meu MOBIL PORSCHE TEAM, o 911 Carrera RS (SCX), o 959 (SCX) e finalmente o fantástico 911 S (FLY).

Feb 1, 2006

. : AO VOLANTE DE UM COOPER S











Sábado, dia 28 de Janeiro, levantei-me cedo e fui para o circuito de Braga com o meu amigo Joca. Estavam lá a treinar o Zé Mota Freitas e o Paulo Ramalho nos seus Minis e também o Rui Sanhudo com o Unipower (que também tem um motor Cooper S). Todos eles se preparam para correr no campeonato dos clássicos, na nova classe até aos 1300cc. Já no final dos treinos o meu amigo Mota Freitas deixou-me dar algumas voltas com o Mini dele, no que foi a minha estreia a conduzir um carro de competição a sério! Obrigado pela oportunidade e boa sorte para o campeonato de 2006.

. : RALLYE SLOT DE MONTE CARLO











No passado sábado teve início o campeonato de rallye slot no Slot Clube do Porto. A primeira prova deste campeonato retratava as classificativas do Monte Carlo, em alcatrão mas cheias de neve! Numa das classes, a S1600, consegui o segundo lugar com o meu pequeno Saxo Kit-Car amarelo! Nas outras classes, com os Mitsubishi Lancer e com o Ford Focus WRC, não estive muito inspirado.

. : TROFEU MEGANE



Aqui ficam os estudos que fiz para a pintura do Mégane. Como já tinha o esquema todo pensado, quando passei para o papel apenas precisei de uma folha A4. O resultado final não anda muito longe.







Na passada sexta-feira foi o arranque do Troféu Mégane no Slot Clube do Porto. Participei com o Mégane decorado por mim no tempo record de 15 dias! Acabei classificado em 13º lugar entre os cerca de 30 concorrentes, mesmo sendo a primeira vez que corri nesta pista. Espero poder entrar no top-ten na próxima prova!